Histórias de 2013.

08 dezembro 2013

"Mais uma madrugada em claro, precisava conversar com alguém, e qual a solução? Escrever no blog, isso mesmo! Pelo menos aqui encontro um refúgio, aonde eu posso ser quem sou, aonde eu posso dizer tudo aquilo que sinto sem medo de ser taxada como louca. Enfim, vamos lá?"

Tenho mania de pensar demais. Sabe quando você deita a cabeça no travesseiro e o sono vai embora e os pensamentos começam a surgir mais e mais? Então, eu sou dessas. Comecei a pensar e percebi o quanto a minha vida mudou esse ano. E olha só, já estamos em dezembro! Tanta coisa aconteceu e eu fiquei meio perdida no tempo, perdida sem saber o que devo ou não fazer.

Quando o ano começou me lembro que era diferente, fazia coisas diferentes. Mas, com o passar do ano, tudo foi mudando. Parece que foi ontem mesmo que o ano começou, e eu, estava toda esperançosa em fazer tudo aquilo que queria. E hoje, já é dezembro. Enfim, o tempo passa rápido, mas nesse tempo, muita coisa aconteceu.

Esse ano passei por muitas coisas, cometi muitos erros, fui boba mais uma vez. Entretanto, também passei histórias boas, ou melhor, momentos bons. Acho que estou aprendendo a crescer. Mas, não sei se crescer é tão bom quanto eu achava quando era criança.

Conheci pessoas novas, compartilhei histórias, guardei segredos, dei risada, chorei, cantei, dancei, beijei, vivi. Tive o coração confuso. Me apaixonei por um garoto que eu idealizei ser uma coisa e depois era outra, superei e me apaixonei de novo, e novamente pelo meu amigo que eu achei que havia esquecido. Ele e eu vivemos um romance secreto, o famoso "just friends", mas não foi nada duradouro e nada que houvesse sentimento da parte dele. E agora, acabou. Ele foi muito importante pra mim. Mas, eu sabia que uma hora iria acabar. E ninguém soube e nem saberá, afinal foi sempre um segredo meu e dele.

Fiz novas amizades, descobri o valor de uma amizade verdadeira, descobri também que nem todos aqueles que dizem ser amigos, realmente são. Tive a experiência de entrar para o Ensino Médio, e lidar com novas matérias, com novos professores, com novos desafios, com novas responsabilidades. Estudei como de costume e mais uma vez fui escolhida pela escola para representá-la como "aluna destaque" do Ensino Médio.

No começo do ano passei momentos maravilhosos, dos quais gosto de lembrar. Afinal, todos nós temos momentos bons e ruins. Ninguém é feliz 24 horas por dia, mas também ninguém é infeliz a vida inteira. Até porque a felicidade não está em coisas materiais, não está no outro, e sim, em nós mesmos. Hoje percebo que fiz coisas das quais me arrependo, mas também quem nunca errou, né? Mas a vida não é tão ruim assim comigo, pois tive muitas oportunidades.

No começo do ano comecei a fazer terapia (sessões com uma psicóloga, que por sinal, se tornou uma amiga, uma confidente) ela me ajudou a passar por tudo isso, e a superar muitas coisas que eu precisava deixar para trás. Descobri que psicologia tem muito haver comigo, e é o que eu quero fazer, a não ser que eu passe em medicina, haha! Enfim, consegui superar. Hoje em dia, a minha ex-psicóloga é minha chefe. "Como assim, Letícia?" Calma, que eu explico, já vai fazer uns 2 meses que ela me ligou perguntando se queria trabalhar de secretária dela, pois a sua ex-secretaria iria sair. Então, eu aceitei. E hoje, estou trabalhando. Foi uma experiência nova, no começo foi muito complicado, pensei até em desistir. Até hoje ainda é complicado, mas não desisti, estou lutando por aquilo que quero.

Hoje, vejo que amadureci com cada erro que cometi, com cada história que eu passei. Vejo que não sabia nada, e que muito pouco sei, pois tenho muito a aprender ainda. Cada dia é uma nova chance de aprendizagem. Hoje, tenho novas metas, novos sonhos, novas histórias para escrever. Hoje, vejo que é preciso superar a cada dia. E que aos poucos, a vida vai dando certo.

E espero concretizar muitas coisas, realizar muitos sonhos. Espero cumprir todas as minhas metas, assim como procurei cumprir as metas de 2013. O importante é ser feliz, ser você independentemente do que aconteça. Hoje, eu só quero seguir em frente, e esquecer tudo o que ficou pra trás. Quero refazer a minha vida novamente. Quero escrever uma nova história para a minha vida. Vou deixar o vento levar o que passou. Vou abrir as janelas do quarto, sacudir a poeira, arrumar cada coisa no seu lugar, e se desfazer do que já não me serve, farei a mesma coisa com o meu coração. E assim, quero viver mais um ano. E sempre superando cada erro, cada tropeço que cometemos nessa vida. Superar é preciso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário